spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #70

spot_img
spot_imgspot_img

Niteroiense que tocou com Post Malone conta sobre a experiência no Rock in Rio

spot_imgspot_img

Mais lidas

“Quando estava no palco eu não senti nenhuma preocupação. Eu senti que estava vivendo o momento que eu nasci para viver”. Esse foi o depoimento emocionado do niteroiense Theo Kant, de 21 anos, ao Errejota Notícias. No último sábado (03) o músico virou notícia após tocar no Palco Mundo com Post Malone, no Rock in Rio.

O dueto entre ídolo e fã durou alguns  minutos, projetou o músico para o mundo e virou os holofotes para Niterói. Milhares de pessoas queriam saber quem era o homem que encarou a multidão em um dos maiores festivais de música do mundo e tocou “Stay” com o rapper.

E o sucesso é tanto que o morador do bairro de Icaraí não sabe explicar o que está vivendo. A entrevista foi parada duas vezes para que Theo pudesse conversar com os ‘novos fãs’ e tirar fotos. Ou melhor, muitas fotos.

Foto Rede Social Theo Kant

Theo Kant nasceu e mora em Niterói e essa foi a quarta vez que o jovem foi ao Rock in Rio. Mas o evento desse ano teve gosto especial. No Twitter ele chegou a profetizar: “Será que hoje eu toco com Post Malone?”. Kant levou um cartaz pedindo a chance de tocar a música ‘Stay’ com o ídolo, que leu o pedido e realmente chamou o músico para o palco. “Eu pensei e imaginei essa oportunidade, mas foi algo muito maior do que eu estava esperando. Ainda não tive tempo de comemorar e muitas pessoas estão me procurando. Ainda quero encontrar meus amigos e chorar. Já chorei muito. Mais ainda não chorei tudo que tenho para chorar”, contou.

Theo toca violão e guitarra e a oportunidade do contato com o público fez o músico começar a pensar em montar uma banda. “Estou agarrando todas as oportunidades. Já participei de alguns programas de televisão, estou com programas de internet marcados e fazendo alguns contratos de shows”, explicou.

Foto Rede Social Theo Kant

Theo, que ama a cidade de Niterói, não tira o município dos seus planos. “Eu amo a minha cidade. Estudei no Colégio São Vicente de Paula e tem vários lugares que eu amo. Pretendo fazer muita coisa na minha cidade”, frisou. Questionado se aceitaria tocar na festa de Réveillon na Praia de Icaraí, ele foi direto. “Imagina isso? Eu aceitaria!”, finalizou.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img