Novo capítulo: Iabas alega dificuldade na contratação de médicos para Hospital de Campanha em SG

Prestes a completar um mês de atraso na entrega do Hospital de Campanha de São Gonçalo, o  Instituto de Atenção Básica e Avançada (Iabas) informou que está com dificuldades para contratar médicos para a unidade. Vale a pena lembrar que em outras ocasiões foram mencionados tiroteios, chuvas, troca de piso e instalação da rede de esgoto para justificar a demora na entrega.

De acordo com nota enviada pelo instituto, há dificuldades na contratação de médicos e de pessoal técnico para a unidade de São Gonçalo.

“O Iabas mantém os esforços pela contratação de médicos e profissionais de saúde, mesmo com a decisão do TCE de suspender os pagamentos à entidade”, diz nota divulgada hoje.

Uma nova data só será definida em uma reunião com representantes da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, às 16h de hoje (29). O hospital disponibiliza leitos para tratar pacientes da covid-19.

Estrutura – De acordo com o Iabas, a unidade, localizada no Clube Mauá, deve operar até 200 leitos reservados para pacientes da Covid-19, dos quais 40 serão de terapia intensiva. Os leitos serão regulados, ou seja, não atenderão com recepção e apenas recebem pacientes transferidos.

Casos na cidade – De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou mais cinco óbitos, na quinta-feira, em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), chegando a 159 no total.

Ao todo, São Gonçalo contabiliza 7746 casos suspeitos, 1449 confirmados, 633 descartados, 213 curados, 159 óbitos confirmados e 26 óbitos em investigação.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.