Novos veículos irão atuar no controle reprodutivo de cães e gatos

Foi entregue na manhã desta quarta-feira, dois veículos que estarão à disposição da Coordenadoria Especial de Proteção Animal e atuarão no controle reprodutivo de cães e gatos. Atualmente mais de 1.447 animais já foram atendidos pelo programa.

A coordenadora Milena Costa acredita que as novas viaturas serão importantes para as ações da equipe de proteção animal, mas ressalta que ainda há muito para ser feito.

“Temos caminhos a percorrer e estamos trilhando esses caminhos para melhorar a cada dia”, disse Milena Costa.

O prefeito Fabiano Horta falou da importância de ações como as que serão feitas com os novos veículos.

“A questão animal é um problema que sensibiliza a gente. Como a Mylena falou, na vida tudo é construção de passos. Esses veículos irão ajudar na diminuição de uma reprodução exagerada e isso é um passo que foi dado. Precisamos construir as respostas e os caminhos. Obrigado pela militância e luta que a causa animal esteja sempre presente entre nós”, disse o prefeito Fabiano Horta.

Castração – Nesta quinta-feira (20/02), a partir das 10h, estarão abertas as inscrições para a castração de cães e gatos no Programa Municipal de Controle Reprodutivo voltado para os tutores do município.

De acordo com a pasta o atendimento será feito por ordem de chagada e, ao todo, serão distribuídas 50 senhas para inscrição de caninos (machos ou fêmeas) e 50 senhas para inscrição de felinos (machos ou fêmeas) a serem realizadas na Sede das Unidades de Conservação de Maricá situada à Estrada do Espraiado, Km 5,4 – Espraiado.

“Os animais devem ter entre cinco meses e seis anos de idade”, destacou Milena Costa, Coordenadora de Proteção Animal. “É muito importante ressaltar que no dia da inscrição os tutores de caninos deverão levar seus animais para avaliação clínica e coleta de sangue já os tutores de felinos não precisarão levar seus animais”, frisou a coordenadora.

Para se inscrever no programa os interessados precisam ser maiores de 18 anos e é indispensável, no ato da inscrição, apresentar originais e cópia dos documentos de identidade, CPF, comprovante de residência do município de Maricá e cópia do comprovante de rendimentos já que o projeto é destinado, principalmente, às pessoas que não têm condições de pagar as cirurgias de ovariosalpingohisterectomia ou orquiectomia numa clínica veterinária particular.

Segundo a Coordenadoria de Proteção Animal é necessário apresentar ainda o NIS (Número de Inscrição Social), o cartão Mumbuca ou bolsa-família ou BPC (Benefício de Prestação Continuada) ou qualquer outro comprovante de rendimento mostrando  preferencialmente a renda familiar de até três salários mínimos.

Ainda de acordo com a coordenadora Milena Costa não serão realizadas cirurgias em cadelas no cio, nem prenhas, nem em lactação. Também não serão realizadas cirurgias de animais braquicefálicos como, por exemplo, cães das raças boxer, shitzu, pug e gatos persas, entre outros.

“É possível a realização da castração de até dois animais por CPF, porem com o intuito de alcançar o maior número possível de famílias beneficiadas iremos realizar a cirurgia de castração de apenas uma cadela (fêmea) por cadastro de pessoa física (CPF do tutor)”, explicou Milena.

Notícias Relacionadas