Pandemia? Show de pagode reúne milhares de pessoas em São Gonçalo

Nem mesmo os quase 800 óbitos registrados pelo novo coronavírus na cidade de São Gonçalo fez com que milhares de pessoas deixassem de se reunir em um Espaço Cultural, no bairro do Porto da Pedra, em um show de pagode na noite desta sábado (5). Os frequentadores não cumpriram as medidas de biossegurança.

Imagens publicadas nas redes sociais,  mostram pessoas se divertindo, bebendo e sem uso de máscaras, se aglomeraram no espaço, sem respeitar o distanciamento social. Até mesmo uma briga, com agressões físicas foi registrado no local.

“Nota zero para quem se presta insanamente a ir em um show desses, em uma quadra fechada com público estimado de 5 mil pessoas (quase todos sem uso de máscaras), isso sim. Colocar culpa só no cantor e no prefeito é mole. O astro não obriga ninguém a assisti-lo”, questionou um homem, nas redes sociais.

Já outro internauta pede a intervenção das autoridades e aumento da fiscalização, para evitar a proliferação do novo coronavírus na cidade.

“Precisa ter fiscalização atuantes, diminuir as entradas das casas de shows e bares  e restaurante. As filas de bancos gigantes, casas lotéricas muito cheias. O Centro do Alcântara, só Jesus”,  reclamou uma internauta.

A casa de shows foi procurada para se pronunciar, mas até o momento não retornou a solicitação. Até a última sexta-feira a cidade de São Gonçalo contabiliza 24.371 casos confirmados, 87 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 469 em quarentena domiciliar, 797 óbitos confirmados e 45 óbitos em investigação.

Devido ao grande aumento no número de casos a Secretaria Municipal de Saúde ampliou o número de leitos de enfermaria e de Centros de Terapia Intensiva (CTI) nos hospitais que atendem pacientes com Coronavírus.

Procurada a Prefeitura de São Gonçalo, não informou se houve fiscalização no local ou autorização para o evento.

Notícias Relacionadas