Paralisação dos Rodoviários é mantida nesta segunda (26), mas em menor escala

Foto: Divulgação

Em reunião neste domingo, ficou definido pela diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac) que a paralisação prevista para essa segunda (26) está mantida, mas em menor impacto. Inicialmente previsto para acontecer durante todo o dia nas cidades de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, o ato vai acontecer apenas entre 5h30 e 8h.

A paralisação é uma manifestação como reivindicação pela inclusão dos rodoviários nos grupos prioritários para vacinação contra o Covid-19. Haverá, ainda, concentrações de apoio à mobilização nos terminais rodoviários João Goulart, em Niterói; Alcântara, em São Gonçalo; e Venda das Pedras, em Itaboraí.

O impacto da medida votada e aprovada pela categoria foi reduzido após as prefeituras de Niterói e Maricá sinalizarem que acatarão o pedido da categoria pela vacinação. “Reduziremos o impacto da paralisação nas cidades diante das medidas anunciadas por Niterói e Maricá. Maricá está mais na frente, pois houve uma reunião de representantes da municipalidade com o sindicato. Por isso, a circulação de ônibus estará mantida por lá”, comentou o presidente do Sintronac, Rubens dos Santos Oliveira.

LEIA MAIS: Maricá entra em acordo com Rodoviários; Niterói sinaliza positivamente

Rubens comentou que o momento é de definição nos municípios. “Ainda faltam os municípios de São Gonçalo, Itaboraí e Tanguá. Nessas cidades, as prefeituras falam que estão aguardando posicionamento do Governo Federal, só que os rodoviários já estão incluídos nos grupos prioritários pelo Plano Nacional de Vacinação e há, ainda, uma Lei sancionada no estado do Rio de Janeiro neste sentido”, lembrou o dirigente sindical.

“Entendemos que há poucas vacinas e as que vêm têm que ser bem administradas, mas vacinar os rodoviários depende, agora, exclusivamente das prefeituras”, concluiu Rubens dos Santos Oliveira.

Notícias Relacionadas