Parques estaduais são opções de lazer para as férias de verão

Os parques estaduais do Rio de Janeiro são um ótimo atrativo para aqueles que pretendem fazer um programa diferente no verão. Administradas pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), as unidades de conservação possuem excelentes opções de lazer para que os visitantes possam aproveitar melhor os dias mais ensolarados do ano: banhos de cachoeiras, caminhadas ecológicas, Stand Up Paddle, canoagem e atividades radicais como rapel e escalada são oferecidos para as mais diversas idades.

O Instituto estadual de Ambiente (Inea) disponibiliza para a população 11 parques estaduais de proteção integral distribuídos pelo território fluminense, cujos objetivos são a conservação da biodiversidade e a visitação. A entrada é gratuita. São eles: Parque Estadual da Pedra Branca, na Zona Oeste do Rio; Parque Estadual da Serra da Tiririca, situado em Niterói e Maricá, na Região Metropolitana do Rio; Parque Estadual dos Três Picos, na Região Serrana do Rio; Parque Estadual do Desengano, no Norte Fluminense; Parque Estadual da Serra da Concórdia, no Centro Sul Fluminense; Parque Estadual da Pedra Selada, no Médio Paraíba do Sul; Parque Estadual da Ilha Grande, no litoral Sul Fluminense; Parque Estadual da Costa do Sol, na Região dos Lagos; Parque Estadual Cunhambebe, na Região da Costa Verde do Estado; Parque Estadual do Mendanha, que abrange o Rio de Janeiro e os municípios de Nova Iguaçu e Mesquita, estes na Baixada Fluminense; e Parque Estadual da Lagoa do Açu, em Campos, no Norte fluminense.

Costão de Itacoatiara, Morro Alto Mourão, sítio arqueológico (em Itaipu) e o túnel da antiga Estação Ferroviária de Maricá são alguns dos atrativos que o visitante poderá contemplar ao percorrer as trilhas do Parque Estadual da Serra da Tiririca que abrange partes dos municípios de Niterói e Maricá, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Uma boa opção para quem gosta de apreciar a natureza e praticar esporte é a trilha do Alto Mourão. Com nível de dificuldade moderado, o trajeto a ser percorrido é de, aproximadamente, três quilômetros e leva ao ponto mais alto do parque: o Morro do Alto Mourão com cerca de 450 metros de altitude.

 E ainda tem a trilha das Andorinhas. O nível de dificuldade é mais leve, o trecho a ser percorrido é de 800 metros, passando por uma comunidade de pescadores tradicionais de Itaipu e por dois mirantes: um voltado para a Praia de Itaipu e o outro, para a Praia de Itacoatiara. Já para quem prefere os esportes radicais, uma boa sugestão é o rapel na Enseada do Bananal, em Itacoatiara, que deve ser agendado previamente. O visitante poderá obter outras informações sobre as trilhas do parque no guia de trilhas que está disponível no site do Inea: www.inea.rj.gov.br.

 

Serviço

O parque recebe visitantes de segunda a segunda, das 8h às 18h.

Endereço da sede: Rua Engenheiro Domingos Barbosa, nº 4 – Recanto de Itaipuaçu – Maricá -RJ Tel.: (21) 2638-4411

Núcleo Itacoatiara: Rua das Rosas, nº 24 – Itacoatiara – 24.348-290 – Niterói – RJ Tel.: (21) 2709-9176

Notícias Relacionadas