Pedido de impeachment de Crivella é rejeitado

Foto: Antônio Cruz / Agência Brasil

Foto: Antônio Cruz / Agência Brasil

Foi recusado pelo presidente da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, Jorge Felippe (MDB), o pedido de impeachment do prefeito Marcelo Crivella (PRB). Segundo o parlamentar, a denúncia não apresenta crime de responsabilidade cometido pelo prefeito.

LEIA MAIS: Câmara do Rio recebe pedido de impeachment de Crivella

O pedido de cassação do mandato do chefe do Executivo carioca foi impetrado por um advogado que acusava Crivella de ter cometido uma “pedalada fiscal” na compra de um terreno da Caixa Econômica Federal pelo Município. Ao rechaçar o pedido, Jorge Felippe lembrou a natureza do pedido de afastamento. “Não cabe a este Poder Legislativo, em julgamento de pedido de impeachment, de natureza essencialmente política, afastar o prefeito eleito democraticamente, sem que se apresente um fato de especial gravidade para tanto”, escreveu.

A decisão do mandatário do Legislativo carioca sairá no Diário Oficial da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro na próxima segunda-feira (01/04).

CRIVELLA SE PRONUNCIA – Nesta sexta-feira (29), Marcelo Crivella disse acreditar que o pedido de afastamento foi feito pois a sua gestão “contraria interesses econômicos”. “Precisamos superar essa agenda negativa. Faço esse apelo à nossa Câmara de Vereadores, que não se deixem contaminar por esses lobbies”, disse o prefeito.

Notícias Relacionadas