Rio de Janeiro,

segunda-feira, outubro 18, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #41

PM irá intensificar ações para combater furto de cabos de internet em Maricá

Mais lidas

A Polícia Militar em Maricá irá intensificar as ações no combate aos casos de furto de cabos de rede de internet para extração de fios de cobre e as ameaças aos profissionais da área.

Nesta terça-feira (28), empresários de empresas de internet que atuam na cidade se reuniram com o comandante da 6ª Cia (Maricá), Capitão Nunes, para tratar do assunto. De acordo com os empresários, o crime afeta além das empresas, a população diretamente.

“O furto desses equipamentos causa um grande dano para as empresas e um prejuízo direto ao consumidor, já que é necessária a realização de um novo cabeamento para substituir os cabos que foram subtraídos. Com esse corte e furto dos cabos centenas de pessoas são afetadas diretamente, e estamos em período de pandemia onde as pessoas trabalham de home office e crianças e adolescentes usam a internet para estudo”, explicou o empresário Carlos José.

As ameaças também passaram a ser frequentes em locais próximos às comunidades de atuação do tráfico de drogas.

“Os principais bairros que estão sendo afetados são próximos a comunidades como São José do Imbassaí, Inoã, Itapeba, Manu Manuela, Retiro e Flamengo também. Temos funcionários que estão sofrendo represálias e ameaças durante o serviço, são obrigados a descer do poste e parar a atividade. Nosso call center recebe ameaças de atear fogo nos carros. Além de técnicos que ficam em cárcere privado durante a atuação de criminosos”, contou o Lucas Bonfim, gerente de tecnologia.

As ações já somam um prejuízo de R$ 500 mil entre as empresas, de acordo com o gerente de expansão, Igor Lima.

“Cada empresa já teve em média um prejuízo de mais de R$ 200 mil, já que existe o deslocamento das equipes, equipamentos, estudos, além de arcar com a saúde dos funcionários”, explicou.

O presidente da comissão de Segurança Pública da Câmara de Maricá, vereador Danilo Santos, chamou atenção para esse tipo de crime.

“Há dois anos atrás começamos a receber informações sobre essas práticas criminosas, que elas poderiam estar começando a acontecer e nessa semana, tivemos o primeiro ato. Um grupo de criminosos, dizendo ser do tráfico de drogas, cortaram os cabos dessas empresas legalizadas por falta de pagamento de uma taxa mensal que eles estariam cobrando. Isso é preocupante, uma prática criminosa que é muito comum em outros municípios e que não acontecia em Maricá. Eu como presidente da Comissão de Segurança da Câmara de Maricá, fui chamado para ajudar esses empresários, tentei fazer contato com todos os órgãos que podem estar envolvidos nesse debate. O Capitão Nunes nos deu uma resposta pontual e nós saímos daqui sabendo que ações irão ser tomadas para minimizar essas ações negativas”, concluiu.

Capitão Nunes informou que irá intensificar as ações de combate ao crime relacionado a casos de furto de cabos de rede de internet para extração de fios de cobre e as ameaças aos profissionais da área.

“Solicitamos que todos os atingidos por qualquer ação criminosa procurem a delegacia e façam o registro. Já a Polícia Militar irá atuar intensificando as ações, buscando identificar e prender esses marginais que ameaçam e realizam furtos na rede. Nosso objetivo é contribuir para que nossa população não seja afetada por ações de criminosos”, disse.

spot_img
spot_img

Últimas noticias