Polícia Civil deflagra operação contra prostituição infantil; ex-policial é preso por aliciar menores em SG e Maricá

Em operação deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira (14/08), a Polícia Civil, em ação conjunta com a Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança e o Ministério Público-RJ, foi preso o ex-policial civil Alzemar Conceição dos Anjos e Jacqueline Nascimento de Almeida, suspeitos de chefiar uma quadrilha que explora três casas de prostituição infantil; duas em São Gonçalo e uma em Maricá.
 
A ação visa cumprir seis mandados de prisão preventiva e 10 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Criminal de São Gonçalo. O ex-policial foi preso em casa, não apresentou resistência à prisão e havia sido expulso da corporação justamente por envolvimento com o crime. Investigações dão conta que, muitas dessas mulheres, ficavam em cárcere privado. O grupo aliciava as menores carentes e as levava para essas casas de prostituição, que apresentavam condições precárias de higiene básica. (Foto: Reprodução / TV Globo)
 
As investigações apontam ainda que Alzemar era o responsavel por todo o funcionamento das atividades, seja contratando as prostitutas, controlando a parte financeira, determinando funções dos demais “funcionários”, tal qual pagamento de salários, comissões e compra de bens de consumo para o exercício da atividade.
 
Uma das casas funcionava às margens da Rodovia Amaral Peixoto, na altura de Inoã. O espaço apresentava condições insalubres, tanto para as “garotas de programa”, quanto para os usuários do espaço. Os agentes da Polícia Civil chegaram ao espaço antes das 07h.
 
 

Notícias Relacionadas