Porto da Pedra e Viradouro iniciam disputa para a escolha do samba-enredo

Divulgação

Divulgação

Os tamborins já estão no aquecimento para o Carnaval do próximo ano. Viradouro e Porto da Pedra deram o pontapé inicial nos concursos que serão realizados para a escolha dos hinos oficiais das duas escolas para o Carnaval de 2019. Quadras cheias, animação e muito samba no pé foi o que marcou as apresentações das músicas concorrentes nas agremiações, entre a tarde e a noite do último sábado. Nos próximos dois meses, para os amantes do samba, a rotina será de quadras cheias durante os finais de semana, até a escolha final dos sambas, entre setembro e outubro.

Após vencer o Carnaval da Série A de 2018 e ficar os últimos três anos neste grupo, a Vermelha e Branca de Niterói volta ao grupo Especial em 2019. Na disputa deste ano, foram inscritas 22 músicas alusivas ao enredo “Viraviradouro”, do carnavalesco Paulo Barros. As parcerias se inscreveram e apresentaram as obras na quadra, na Praça do Barreto. As eliminatórias serão realizadas até outubro. Logo após a escolha do hino oficial, começam os ensaios de quadra para que os componentes estejam com a música “afiada” para o Carnaval de 2019. Paulo Barros e Ciça, estão entre os reforços da escola.

O projeto na Escola é que a agremiação ganhe nova estrutura para se manter na elite, como aconteceu durante anos, até início da década de 90, quando despontou entre as grandes do Rio de Janeiro na Marquês de Sapucaí, e chegou a conquistar um título no Grupo Especial, em 1997, com o enredo ‘Big-Bang, Trevas, Luz, a Explosão do Universo’, de Joãosinho Trinta. Até hoje, trata-se da maior conquista da história da escola, fundada em 24 de Junho de 1946 em Santa Rosa, Niterói.

Acadêmicos do Cubango, escola de Niterói que está na Série A, também dá andamento ao concurso para a escolha do hino oficial. A Sossego, que também está nesse grupo, optou por não fazer concurso de sambas e já lançou um hino oficial.

Notícias Relacionadas