Portugal não é brilhante, faz o suficiente para vencer o Marrocos e coloca um pé nas oitavas-de-final

Foto: Reprodução / Twitter (@fifaworldcup_pt)

Foto: Reprodução / Twitter (@fifaworldcup_pt)

Que Portugal não é uma seleção muito forte tecnicamente, isso é óbvio. Com apenas Cristiano Ronaldo fora de série, o favoritismo contra o Marrocos era fato. A promessa de goleada era forte, mas como nada no futebol tem lógica. Portugal não conseguiu ser brilhante.

Logo aos 04 minutos, após cobrança de escanteio, CR7 testou firme contra o gol marroquino e deu a esperança de que mais um show estaria próximo de acontecer. Mas parou por aí. Com poucas chances em campo, o craque português não conseguia achar os espaços e, por isso, sua equipe não conseguia criar diante de um Marrocos que tocava a bola com muita rapidez e assustava o gol de Rui Patrício algumas vezes.

Mas parou por aí, com poucas chances em campo, Cristiano Ronaldo não conseguia achar os espaços e sua equipe não conseguia criar diante de um Marrocos que tocava a bola com muita rapidez e assustava o gol de Rui Patrício algumas vezes.

Com 1×0 no placar, Portugal voltou pro segundo tempo com a vontade de aumentar o marcador, mas viu um Marrocos empurrar o time português pro campo defensivo e esbarrar em grandes defesas do recém contratado goleiro português do Wolverhampton, fundamental pra garantir a vitória dos gajos.

Com a vitória, Portugal assumiu a liderança do Grupo B, decretando o adeus da seleção marroquina dessa Copa do Mundo. Já a seleção de Cristiano Ronaldo está praticamente nas oitavas de final da competição de futebol mais importante do mundo.

Notícias Relacionadas