Praça Agroecológica: primeira colheita é destinada aos moradores

Quem passou pela Praça Agroecológica Emilton Santos, em Araçatiba, na manhã desta sexta-feira (28), levou para casa as primeiras hortaliças colhidas no local. Devido a pandemia, a distribuição foi feita aos moradores, mas assim que o período pandêmico passar toda produção da praça será destinada as escolas municipais da cidade.

Segundo a subsecretária de Agricultura, Pecuária e Pesca, Julyana Von Matter, as colheitas devem ser realizadas entre 30 e 40 dias após o plantio. Nesta primeira retirada, algumas alfaces já estavam prontas para serem consumidas. No lugar dos pés de alfaces foi realizado o plantio de outras culturas disponíveis na secretaria, como maxixe, repolho, cebolinhas, salsinhas e alho poró.

“A ideia da horta é fornecer um alimento livre de agrotóxico, orgânico, e os moradores. A colheita só é realizada obedecendo o ciclo natural para isso, para isso temos aqui na praça um funcionário da secretaria que orienta os moradores sobre o processo e também distribui mudas para incentivar o plantio e cultivo em casa”, explicou.

Já o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Carolino Santos, falou da importância de criar espaços que possam integrar diferentes culturas.

“É algo inovador. Idealizar essa praça é trazer para cidade um pouco da roça. A ideia é mostrar para as pessoas que se pode produzir em pequenos espaços e ajuda tirar as crianças de dentro das casas para conhecer um pouco do processo de produção do próprio alimento”, contou.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.