Prazo de inclusão no Cadastro Único para beneficiários do BPC termina dia 31 de Dezembro

Termina em 31 de dezembro de 2017 o prazo para inscrição de idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e que devem estar no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal para manutenção do seu benefício. A Secretaria de Assistência Social convoca todos os beneficiários do BPC para realizar a inclusão. Lembrando que, quem não estiver inscrito no Cadastro Único no período estabelecido poderá ter seu benefício suspenso.

Para fazer o cadastramento, o responsável pela família, que deve ter mais de 16 anos e não precisa ser o beneficiário do BPC, deve comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência. O cadastro será realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, portando os seguintes documentos: CPF, Identidade, Título de Eleitor e comprovante de renda de todas as pessoas da família, que residem na mesma casa (CNIS).

No local, também, será preenchido um formulário e encaminhado para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que avaliará se o requerente tem perfil para fazer parte do benefício socioassistencial. Para aquelas famílias de beneficiários, que já estão no Cadastro Único, é importante ressaltar que se deve atualizar os dados sempre que houver modificação na família, tais como mudança de endereço ou alteração na composição familiar.

Sobre o BPC:

O Benefício da Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) é a garantia de um salário mínimo mensal ao idoso acima de 65 anos ou à pessoa com deficiência (física, mental, intelectual ou sensorial) de qualquer idade por um longo período (que produza efeitos pelo prazo mínimo de 2 anos). Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário mínimo vigente. Por se tratar de um benefício assistencial, não é necessário ter contribuído ao INSS para ter direito. No entanto, este benefício não paga 13º salário e não deixa pensão por morte.

A inscrição no Cadastro Único, além de manter o BPC, permite o acesso a vários outros programas sociais, como a Tarifa Social de Energia Elétrica, a Carteira do Idoso e a Moeda Social Mumbuca.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.