Pré-candidato à vice-prefeito em SG, Coronel Salema é expulso do PSL

Foto: Reprodução / Redes Sociais

“Hoje encerro um ciclo”; assim caracterizou o deputado estadual Coronel Salema a sua expulsão do PSL, partido pelo qual foi eleito e que deveria disputar a vice-prefeitura em São Gonçalo ao lado do também deputado estadual Filippe Poubel. Ele recebeu o comunicado de sua expulsão nesta segunda (02).

Nas redes sociais, o ex-comandante dos Batalhões da Polícia Militar de Niterói (12° BPM) e São Gonçalo (7° BPM), dentre outros, comentou a saída da legenda. “Ressalto que sigo com o coração tranquilo e a consciência leve. Posso abrir mão de privilégios e preferências, mas jamais de minhas convicções”, pontuou.

A expulsão do parlamentar se dá por conta da fidelidade ao presidente Jair Bolsonaro, cujo racha com a direção do partido foi explicitada no final do ano passado. Salema apoia a criação do “Aliança pelo Brasil”, partido que o chefe do Executivo Nacional tenta criar.

Como o deputado foi expulso do partido, ele não corre o risco de perder seu mandato na Justiça Eleitoral.

Notícias Relacionadas