Prefeito, vereadores e chefes de polícia se reúnem para buscar soluções para segurança em Maricá

Uma força tarefa entre o prefeito Fabiano Horta, vereadores, Polícia Civil e Polícia Militar resultou numa reunião para discutir o aumento da criminalidade em Maricá nesta quinta-feira (12/04). O encontro aconteceu no gabinete do prefeito com a presença da Comissão de Segurança da Câmara Municipal, do secretário de Segurança Pública, Celso Netto, da delegada da 82ª DP, Carla Conceição Guimarães Tavares, o comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária, Coronel Marcus Vinícius, e o comandante da 6ª Companhia do 12º BPM, Capitão Marcelo Barreto.

O objetivo da reunião foi aproximar as instâncias de governo com os setores da Segurança Pública e unir forças para impedir o aumento dos índices de violência na cidade. Foi consenso durante o encontro que o fácil acesso a cidade pelas rodovias RJ 106 e RJ 114 – que liga Maricá a Itaboraí – é um dos principais problemas do município com relação a assaltos e roubo de carros.

Para o prefeito Fabiano Horta é importante buscar uma sinergia nas ações. “Estamos estreitando os laços com as Polícias Militar e Civil e é importante ressaltar que Maricá não tem nenhum território dominado por tráfico de drogas. Isso torna o trabalho mais eficaz. As respostas da Polícia também estão sendo rápidas”, falou. A Prefeitura investiu no apoio à Segurança com a instalação do sistema de monitoramento com câmeras, com o Proeis, convênio através do qual o município reforçou o policiamento com a contratação de policiais militares e a implantação de módulos onde ficam baseados, com a manutenção e sinalização da RJ 106 e com a instalação de iluminação pública nas passarelas.

Presidente da Comissão de Segurança da Câmara, vereador Marcos Bambam afirmou que todos os parlamentares são abordados a todo momento pela população quando o assunto é segurança e que considera a reunião um avanço para dar respostas cada vez mais rápidas à população. “Todos temos responsabilidade quando o assunto é segurança e considero importante essa participação de todos os agentes políticos para ajudar para que nossa cidade continue sendo tranquila, investindo em eventos esportivos e culturais para nossos jovens”, falou.

A delegada, Carla Tavares frisou a importância do apoio dos policiais militares e do Proeis nas operações diárias da Polícia Civil. “Estamos obtendo resultados muitos bons. Com ajuda deles conseguimos elucidar cinco roubos com uma única prisão. E esse é apenas um exemplo. Trabalhei em algumas cidade e vejo que em Maricá a polícia consegue atuar com eficiência”, avalia. “Não podemos deixar que as ações criminosas cresçam. A partir do momento que pequenos focos são identificados, a polícia tem que agir. Também é necessário que jovens e crianças conheçam o trabalho da polícia. Não se pode trabalhar só na repressão”, argumentou.

O coronel Marcus Vinícius ressaltou que com os dados passados pela 6ª Companhia, pela Secretaria de Segurança e pela Polícia Civil é possível atuar dentro da mancha criminal. “Nos colocamos à disposição para integrar os recursos que o município vem disponibilizando. Daremos suporte total a Maricá”, completou o coronel.

Já o secretário de Segurança Celso Netto afirma que o segredo da manutenção da ordem pública é o patrulhamento ostensivo. “A prefeitura vem dando todo apoio para que a população se sinta segura. Estamos dispondo de todos os recursos para efetivar o trabalho de segurança na cidade. Também estamos estudando com a chefia da Polícia Civil um convênio para aumentar o efetivo na delegacia”, disse Neto. 

Nenhum vereador da oposição da cidade, que mais têm atacado a política de segurança apoiada pela Prefeitura, compareceu na reunião para sugerir alguma ação. Participaram os vereadores Marcus Bambam (PV), Fabrício Bittencourt (PTB), Rony Peterson (PR), Bidi (PR), Robgol (PT), Bubute (PV), Felipe Auni (PSD), Ismael Breve (DEM) e Felipe Paiva (PCdoB).

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.