Prefeitura assina parceria com Dieese para mapeamento sócio econômico

Pela primeira vez, a Prefeitura fará um mapeamento das informações socioeconômicas do município, como renda da população, o impacto do setor de comércio e serviço na economia da cidade. O estudo também medirá o impacto das políticas de transferência de renda (Moeda Mumbuca) na vida das pessoas e do comércio local, dentre outras dinâmicas econômicas. O objetivo é que as informações orientem a tomada de decisões estratégicas para o desenvolvimento de Maricá. Para colocar em prática o estudo, o prefeito Fabiano Horta assinou, na manhã desta terça-feira (05/09), contrato com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

 

A instituição vai prestar o serviço técnico que irá colher todas as informações, fará a análise e irá propor ações em relação ao desenvolvimento, trabalho e as ações públicas de emprego, trabalho e renda. Para o prefeito, é importante sistematizar todos os dados relevantes à economia. “Que Maricá vive uma expansão econômica muito grande todos nós sabemos, mas não dispomos de dados precisos e concretos sobre isso. A escolha do Dieese vem nesse sentido. Pela expertise que a instituição tem poderá nos fornecer as informações que poderão tornar mais completas as intervenções da administração na vida da cidade e das pessoas”, avaliou. “Poderemos antever a aplicação de políticas públicas em cada área”, completou o prefeito.

 

O secretário de Trabalho Paulo Fatigati destacou que o estudo do Dieese será completo, pois terá uma transversalidade com todos os setores da Prefeitura e instituições do município. “Mais do que pautar o caminho do desenvolvimento, nosso objetivo é democratizar ainda mais as aplicações dos recursos e fornecer subsídios para que a cidade cresça de forma organizada. Dessa forma, estaremos preparados para a nova Maricá que irá surgir com grandes projetos que sairão do papel e farão parte do cenário da cidade”, falou Fatigati.

 

O presidente da Câmara Municipal Aldair de Linda fez questão de reafirmar o potencial turístico da cidade e colocou a Casa à disposição. “É importante saber a renda das pessoas e onde e como aplicar os recursos para incentivar o crescimento. Estamos à disposição da Prefeitura para colaborar no que for necessário”, disse Aldair.

 

Já a coordenadora de estudos em políticas públicas do Dieese, Angela Schwengber disse que todo o material gerado com o estudo irá ajudar na tomada de decisão dos entes políticos. “Será uma ferramenta importante que o governo terá para tomar decisões que irão contribuir de forma decisiva para o futuro do desenvolvimento de Maricá”, completou. Também participaram da reunião o diretor sindical nacional do Dieese, Renato Lima e a supervisora Técnica do Dieese RJ, Jéssica Naime.

Notícias Relacionadas