spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Prefeitura de Maricá nega desvios de recursos da saúde

spot_imgspot_img

Mais lidas

A prefeitura de Maricá se manifestou na terça-feira (27/02) sobre as acusações de desvio de recursos da área da saúde do município. A Polícia Federal (PF) realizou a Operação Salus e cumpriu 14 mandados de busca e apreensão, em busca de provas que possam indicar pagamentos discrepantes da prefeitura para a organização social Instituto Gnosis, contratada em fevereiro de 2020.

Clique aqui para seguir o Errejota Notícias pelo WhatsApp

De acordo com a nota da administração municipal a operação da PF não teve como alvo o Hospital Che Guevara e a unidade não tem, e nunca teve, qualquer vínculo com a OS Gnosis. Ainda segundo o informe ‘não é verdade que tenham ocorrido aditivos somando 151% no contrato da OS Gnosis com a atenção primária de Maricá’.

O texto complementa dizendo que o ‘único aditivo durante todo o contrato foi de 9,85% (em 2022), respeitando o limite da legislação de até 25%. Em 2020, por exemplo, o município tinha 36 equipes de saúde da família e 7 de saúde bucal. Hoje, tem 57 de saúde da família e 30 de saúde bucal’.

A prefeitura também afirma que não houve a contratação de 75 médicos para apenas uma unidade. E finalizou a a nota ‘reafirmando o compromisso com a verdade, o interesse da população e o zelo no uso dos recursos públicos e sua correta prestação de contas, todos os esclarecimentos requeridos serão feitos, bem como o cumprimento de todas as determinações judiciais.as determinações judiciais’.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img