Apreensões de cigarros contrabandeados aumentam quase 400% no RJ

Quase três milhões de maços de cigarros contrabandeados já foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas rodovias federais do Rio de Janeiro. Um aumento de quase 400% num comparativo entre os dez primeiros meses de 2019 e do ano anterior.

Entre janeiro e outubro, foram apreendidos 2,9 milhões de maços de cigarros. No ano passado, no mesmo período, foram mais de 589 mil maços. Houve um acréscimo de 397% nas ocorrências.

Com o aumento da fiscalização nas rodovias federais as apreensões cresceram expressivamente. Ações de inteligência, com uso de tecnologias e reforço no policiamento em pontos estratégicos, têm resultado em grandes volumes de cigarros contrabandeados apreendidos.

A venda do cigarro ilegal financia quadrilhas de milicianos e traficantes. O dinheiro arrecadado é utilizado para a compra de armas, entorpecentes, além de outras atividades criminosas.

Prejuízo financeiro

O volume de cigarros apreendidos representa uma perda de mais de R$ 14 milhões para as quadrilhas, de acordo com estimativa da Receita Federal. O crime de contrabando impacta significativamente na economia e traz graves prejuízos.

2019 – 2.929.560 maços apreendidos

2018 – 589.310 maços apreendidos

 

Notícias Relacionadas