Profissionais de educação deverão ser testados antes de retorno das aulas presenciais

Foto: Só Notícias/Luan Cordeiro

Os professores e funcionários das instituições de ensino públicas ou privadas do Estado do Rio deverão ser testados para a detecção do coronavírus antes do reinício das aulas escolares. A determinação é do projeto de lei 2.714/2020, do deputado Brazão (PL), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota nesta quinta-feira (23).

Os testes deverão ser da metodologia RT-PCR, através da coleta de material do nariz e da garganta. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) deverá regulamentar a norma através de decretos, podendo editar resolução conjunta com a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc).

A medida é consequência da atualização dos protocolos de distanciamento social e a atividades econômicas estão reabrindo gradualmente no Estado, prevendo que as instituições de ensino farão parte de medidas de flexibilização. A testagem tem como objetivo resguardar docentes, alunos, funcionários e todas as pessoas que contribuem e são responsáveis pelo funcionamento das instituições, contendo os riscos de transmissão do coronavírus.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.