Quaquá é julgado pelo TSE e não será deputado federal

Foto: Reprodução / Facebook Washington Quaquá

Foto: Reprodução / Facebook Washington Quaquá

Foi julgado na noite desta terça-feira (27/11) o recurso de Washington Quaquá, que pedia a cassação da impugnação de sua candidatura a Deputado Federal. Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram manter a impugnação, decorrente por uma condenação por improbidade administrativa.

O relator, ministro Og Fernandes, votou pela manutenção da impugnação da candidatura e os demais ministros acompanharam pela manutenção da impugnação, inicialmente imposta pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

A decisão cabe recurso no Supremo Tribunal Federal, corte maior do país.

Em sua rede social, o ex-prefeito de Maricá postou um vídeo afirmando ser alvo de uma injustiça. “Fui eleito com 74 mil votos! Roubaram meu mandato e seu voto, porque dei aumento salarial a servidor!”, comentando o processo no qual foi condenado por improbidade administrativa. “A mesma INjustiça que condenou Lula e o prendeu sem crime e sem provas, roubou meu mandato, dado pelo voto popular! Não me iludo com a INjustiça brasileira… Não preciso de mandato, nasci na favela, na comunidade do Caramujo, fui prefeito de Maricá por 8 anos e fiz uma verdadeira revolução. Faço política desde os 14 anos e vou continuar na luta!”, concluiu.

Vale lembrar que o pedido da impugnação da candidatura foi registrado pela chapa PODE-PR, que tinha como candidato à vice-governador do Estado o principal rival político do Quaquá, Marcelo Delaroli.

[iframe src=”https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fwashington.quaqua.5%2Fvideos%2F1787236531398291%2F&show_text=0&width=267″ width=”267″ height=”476″ style=”border:none;overflow:hidden” scrolling=”no” frameborder=”0″ allowTransparency=”true” allowFullScreen=”true” ]

Notícias Relacionadas