Reabertura gradual do comércio de Maricá pode começar em 01/06

Foto: Divulgação PMM / Gabriel Reis

O prefeito Fabiano Horta anunciou, na tarde desta terça-feira (26), que até o fim desta semana será anunciado um conjunto de ações em relação a um processo de graduação escalonada de reabertura de determinados seguimentos em Maricá. As medidas seguirão protocolos estabelecidos em conjunto com a secretaria de Saúde.

Segundo o prefeito, nem todos os seguimentos vão reabrir com integralidade. De acordo com a flexibilização, os estabelecimentos que tiverem permissão de retomar suas atividades terão que seguir protocolos e diferenciações para que não haja aglomerações ao longo da cidade.

De acordo com Horta, o processo de graduação de reabertura será monitorado por um conjunto de variáveis da saúde, incluindo ocupação dos leitos e crescimento dos casos na cidade.

“O novo decreto vai normatizar graduação da volta da cidade a partir de variáveis que dialogam com a saúde. Importante a gente saber que isso não é uma ideia do achismo, não podemos trabalhar sem que os números sejam percebidos e trabalhados. São ações em conjunto onde faremos ampliação ou restrição das atividades. Se após reabrirmos os casos não cresçam,  manteremos abertos”, falou.

O prefeito frisou que além da reabertura, a preocupação com a vida permanece.

“É possível manter essa preocupação permanente, temos que ter essa preocupação enquanto cidade, preservar vidas estar com a vida restringida, mas há um nível de retomada futura que precisa ser dada e a esperança colocada. As coisas vão se superar, a economia da cidade vai se reestruturar, a dinâmica das aulas retornará”, disse o prefeito.

Variáveis que serão avaliadas

Ampliação dos testes para coronavírus e a saturação da rede de saúde serão determinantes no processo de reabertura. Segundo Fabiano Horta, essa será uma equação fundamental para a transição ao ‘Novo Normal’.

“Estaremos verificando constantemente a estrutura do Conde e do Che Guevara. Essa analise nos dará a capacidade decisória de como reabrimos a cidade ou se vamos restringir. Essa equação será constante por um tempo. Doença controlada reabertura, doença ampliada reabertura restrita”, finalizou.

Notícias Relacionadas