Rio de Janeiro,

sexta-feira, setembro 17, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Resort em Maricá almeja gerar 13,1 GWH de energia elétrica através de painéis solares

Mais lidas

O projeto Maraey planeja usar painéis solares e vidros fotovoltaicos para geração de energia elétrica. A previsão de geração é de cerca de 13,1 GWh, em média, por ano – o que equivale ao consumo anual de 4.500 moradias, ou de aproximadamente 13 mil habitantes.

Na primeira fase de construção, o projeto prevê a instalação de mais de 17 mil metros quadrados de inovadores vidros fotovoltaicos em fachadas, claraboias, coberturas de pérgulas e marquises, além de quase 57 mil metros quadrados de painéis solares fotovoltaicos, distribuídos nas coberturas da maioria das maiores edificações ou em fazendas solares espalhadas pelo local.

A utilização de vidros fotovoltaicos é uma tecnologia nova no Brasil e o resort em Maricá é um dos primeiros projetos do país a utilizá-la. Sua função é absorver a radiação solar transformando-a em energia elétrica de forma a complementar a demanda interna da edificação. Os vidros fotovoltaicos permitem que os edifícios melhorem significativamente sua eficiência energética, contribuindo assim para a redução dos custos de operação e manutenção, e por fim, reduzindo sua pegada de carbono.

Já os painéis solares fotovoltaicos, serão colocados no telhado dos edifícios e nas áreas das Estações de Tratamento de Esgoto (ETES), serão instaladas fazendas solares.

A energia a ser gerada pelo empreendimento será empregada para o consumo interno dos edifícios e/ou elementos comuns da infraestrutura, podendo inclusive ser direcionada a rede de energia da concessionária, gerando assim um crédito junto à distribuidora. A produção de eletricidade será utilizada principalmente para atender, em grande parte, a demandas das áreas comuns dos edifícios, bem como para a infraestrutura geral.

Através da geração de até 13,1 GWh por ano, o intuito é que mais de 35% da energia elétrica a ser gerada nas áreas comuns e nas edificações do resort já seja atendida por meio de fontes limpas.

Estão sendo feito estudos técnicos e de viabilidade para o emprego de outras fontes renováveis de energia, como biogás, gerada a partir do processo de tratamento de esgoto, e energia eólica, com mini turbinas de eixo vertical. Como também, a geotermia, processo de troca de calor com o solo que, uma vez incorporado nos sistemas de climatização das edificações, possibilitaria uma redução importante do consumo de energia elétrica.

spot_img
spot_img

Últimas noticias