Rio registra três PMs mortos em menos de 24 horas

Reprodução / Internet
Reprodução / Internet

Três policiais militares foram mortos no estado do Rio de Janeiro, em menos de 24 horas. Dois deles estavam em serviço, e o outro foi assassinado durante uma tentativa de assalto. 

O caso mais recente foi do policial militar Felipe Santos de Mesquita, morto durante um confronto entre PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Rocinha e bandidos na parte baixa da comunidade, na localidade conhecida como Valão. Um morador, conhecido como Marechal, também morreu na troca de tiros. O confronto começou por volta das 19h40 e cessou às 20h15. O tiroteio recomeçou às 21h10 e terminou às 21h30. Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram acionados e fizeram uma ação na comunidade. Até às 23h05, não havia informe de feridos, prisões ou apreensões. 

Mais cedo, o cabo Luciano Batista Coelho, 38 anos, foi morto no Largo Santo Antônio, em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Batista, que era lotado no 25º BPM (Cabo Frio), foi atingido na cabeça. A arma do policial foi levada pelos bandidos. Agentes do 25º BPM foram acionados, mas ao chegarem ao local já encontraram Luciano morto. A polícia faz ronda na região para tentar localizar os homens que participaram do crime. Segundo a polícia, o militar estava na corporação há sete anos.

Na manhã de hoje, o sargento Maurício Chagas Barros, de 37 anos, foi morto durante um ataque de traficantes na Favela Gogó da Ema, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Policiais do 39º BPM (Belford Roxo) faziam uma operação na comunidade quando foram atacados. Houve confronto, e Maurício acabou atingido. 

O número de policiais mortos no estado do Rio este ano já chega a 33°, sendo 31 PMs e dois policiais civis.

Vídeo postado na página “Onde Tem Tiroteio” no Facebook mostra o resgate ao PM Felipe Santos de Mesquita. Ele morreu após ser baleado em confronto na Rocinha.

Baleado em Caxias

Um sargento identificado apenas como Queiroz foi baleado durante uma tentativa de assalto a uma pizzaria, na noite de hoje, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo as primeiras informações, o militar foi ferido no braço. Ele foi encaminhado ao Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, e está fora de perigo.

Notícias Relacionadas