Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

Rio terá Réveillon no formato virtual

spot_imgspot_img

Mais lidas

A tradicional festa de réveillon realizada na Praia de Copacabana, não será realizada no mesmo formato. A prefeitura do Rio emitiu um comunicado neste sábado (25), informando que não é viável neste cenário de pandemia a realização da festa da virada, sem a existência de uma vacina.

De acordo com a administração municipal, uma nova forma está sendo estudada e nos próximos dias, a Riotur apresentará o formato. Certo é que será realizado sem presença direta de público, em um modelo virtual.

Esse modelo deverá atingir o público pela TV e pelas plataformas digitais. Segundo o comunicado, seguindo o cronograma dos anos anteriores, o réveillon começaria a ser desenvolvido em agosto.

Carnaval

O presidente em exercício da Riotur, Fabrício Villa Flor de Carvalho, tem participado de reuniões virtuais com o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Castanheira, para tratar do desfile das escolas de samba na Marquês de Sapucaí.

Atendendo pedido da Liesa, a Riotur não abriu a venda de ingressos para o setor turístico do Sambódromo. A empresa aguarda a próxima assembleia da Liga que definirá o rumo dos desfiles para anunciar novas medidas.

Já para o carnaval de rua, a Riotur tem mantido conversas com o Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública do Ministério Público (Gaesp), órgão atuante na construção do evento e que participou da criação do protocolo que garantiu melhorias à folia.

A Riotur afirma que o cenário se mantém inconclusivo e que ainda não há definição sobre o carnaval do próximo ano. “O carnaval é um feriado nacional e envolve outras esferas, e não apenas a municipal, sendo, portanto, uma discussão muito mais ampla, que inclui principalmente resultados de estudos científicos.”

 

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img