RioCard Mais: rodoviárias de Maricá e Itaipuaçu recebem postos de troca dos cartões “Vale-Transporte”

Os usuários dos cartões RioCard tipo “Vale-Transporte (VT)” que moram em Maricá terão mais facilidades para a troca dos cartões para o novo “RioCard Mais”; o Terminal Rodoviário do Povo, no Centro, e de Integração Rodoviária José Ferreira da Silva, em Itaipuaçu, recebem postos de troca especialmente montados para atender os passageiros que transitam por esses pontos. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Segundo a RioCard, gestora do sistema de bilhetagem eletrônica no Rio de Janeiro, a substituição dos cartões é necessária para a evolução do sistema. São por mês, mais de 150 milhões de transações registradas. O cartão RioCard Mais é o único cartão aceito em todos os meios de transporte: ônibus municipais e intermunicipais, trens, metrô, barcas, vans legalizadas, VLT e BRT.

“Reforçamos o atendimento na região de Niterói, São Gonçalo e Maricá. A proposta é facilitar ao máximo o processo de troca dos cartões Vale-Transporte. Levamos em conta que os nossos clientes estão sempre em movimento. A melhor forma de atendê-los é estar em pontos por onde se deslocam nos meios de transporte e, agora, já estamos presentes em todos os meios de transporte, como metrô, trens e barcas, BRT e VLT. A intenção é fazer a troca de maneira rápida e com transparência para o cliente”, explicou a gerente de Marketing da RioCard Mais, Melissa Sartori.

Mais de 1 milhão de cartões Vale-Transporte do novo modelo Riocard Mais já estão em uso. No total, são 47 pontos de atendimentos com trocas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. É possível conferir os locais clicando aqui.

A troca é simples e rápida. Ao migrar para o RioCard Mais, o passageiro mantém os créditos de transporte do antigo cartão e os benefícios tarifários atrelados a ele, como o Bilhete Único Carioca (BUC), o Bilhete Único de Niterói e o Bilhete Único Intermunicipal (BUI). No ato, é emitido um comprovante com os valores dos créditos de transporte que estavam disponíveis no modelo antigo.

Para receber o novo cartão gratuitamente, o cliente precisa apresentar o modelo antigo do VT em um dos postos de troca exclusivos. Não é necessário apresentar documentação, mas atenção: a troca deve ser feita pelo titular do cartão, já que o benefício é pessoal e intransferível.

Vale lembrar que os cartões VT antigos deixarão de ser aceitos gradativamente nos meios de transporte durante o processo de troca, como aconteceu com o cartão Expresso.

 

Notícias Relacionadas