spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Rodrigo Neves ganha processo movido por Carlos Jordy

spot_imgspot_img

Mais lidas

A disputa eleitoral de 2024 parece ter sido antecipada… Na justiça. E com vitória de Rodrigo Neves (PDT). Processado por Carlos Jordy (PL) por supostamente ter sido chamado pelo ex-prefeito de “miliciano”, Neves viu o juiz do caso extinguir o processo.

O deputado federal e pré-candidato à prefeito de Niterói pedia uma indenização de R$ 50 mil. Segundo Jordy, ele teria sido atacado ao ser chamado de “miliciano” durante a inauguração do Mercado Municipal de Niterói, em julho de 2023.

Para o juiz Alexandre Chini Neto, do 1º Juizado Especial Cível da Comarca de Niterói, não houve a apresentação de provas que caracterizassem crime contra a honra de Jordy praticado por Rodrigo Neves. O magistrado decidiu pela extinção do processo.

Revide – Em manifestação no processo, a defesa de Rodrigo Neves afirmou que o ex-prefeito – e também pré-candidato à retornar ao cargo – é “atacado por Jordy e seu grupo político, que age de forma injuriosa (…) e que apenas retorquiu a provocação em uma entrevista concedida a um aliado político do deputado, que o atacou, com o objetivo de divulgar as imagens”.

Os advogados de Rodrigo anexou, nos autos do processo, publicações de autoria de Carlos Jordy contra Neves postados nas redes sociais desde 2017, o que contribuiu para que o juiz entendesse o posicionamento do ex-prefeito e extinguisse o processo.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img