Rio de Janeiro,

quarta-feira, maio 25, 2022
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #48

Saquarema: cadeiras anfíbias chegam e praias se tornam acessíveis

Mais lidas

Nova opção de lazer para as pessoas com deficiência de Saquarema; as praias da Barrinha e Itaúna receberão, já neste verão, um programa de acessibilidade para banho de mar. Duas cadeiras de rodas anfíbias foram adquiridas e já estão disponíveis para a instalação do projeto, nos moldes do que já acontece na Praia de Ponta Negra, em Maricá.

“Estas duas cadeiras são as primeiras que o município recebe. Vamos ampliar o número de equipamentos e, também, as praias atendidas. Assim que a pandemia passar, as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida poderão aproveitar nossas praias com mais segurança, qualidade e inclusão”, afirmou a prefeita Manoela Peres.

A previsão de início do programa, como havia sido informado pelo ErreJota Notícias na edição 32 do jornal impresso (clique aqui e leia mais), era no início de janeiro. Entretanto, de acordo com a Prefeitura, as atividades só terão início após a liberação das praias, que estão fechadas por conta da pandemia do Coronavírus.

O programa ficará a cargo da Secretaria de Saúde, por meio do Centro Municipal de Reabilitação, que fará a logística do uso das cadeiras entre os pacientes e a população. Há, ainda, processo correndo para a compra de esteiras que garantam a acessibilidade dos cadeirantes. A ideia é criar e implantar das trilhas e passarelas adaptadas nas areias das praias da cidade.

Dados do último censo promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010, Saquarema tem 873 pessoas com deficiência mental ou intelectual. Outros 1.497 possuem deficiências motoras, classificados em grandes dificuldades ou não conseguem de modo algum.

As pessoas com deficiência visual são maioria na cidade; 354 afirmam não enxergar de jeito nenhum, enquanto 1.939 relatam ter grandes dificuldades, um total de 2.293 pessoas com deficiência.

spot_img
spot_img

Últimas noticias