Saquarema é o terceiro destino mais procurado para réveillon

Mesmo com a pandemia e sem as tradicionais queimas de fogos nas orlas das cidades. A expectativa para que turistas visitem as cidades do interior fluminense é grande. De acordo com a Secretaria Estadual de Turismo, muitas pessoas que visitam o Rio de Janeiro aproveitam para realizar passeios curtos em outras regiões do estado, entre as três cidades mais procuradas para a festa de final de ano, esta a cidade de Saquarema.

Para a secretária de estado de Turismo, Adriana Homem de Carvalho, o Rio de Janeiro começou a retomada, mostrando para os visitantes que os prestadores de serviços turísticos estão prontos para recebê-los, garantindo a segurança sanitária necessária.

“O selo ‘Rio de Janeiro Turismo Consciente’ foi fundamental para dar confiança aos viajantes neste momento de pandemia. A enorme procura pelo site nos deu a certeza de que essa ferramenta, construída pela Secretaria, está sendo essencial. A quantidade de reservas para o réveillon reflete isso. Pelo portal conseguimos perceber ainda que, no interior do Estado, os três destinos mais buscados em outubro foram Angra dos Reis, Arraial do Cabo e Saquarema. Em seguida, aparecem os municípios de Cabo Frio, Armação dos Búzios, Itatiaia, Petrópolis, Teresópolis, Visconde Mauá e região e Paraty”, informou.

Rio–  Este ano a tradicional festa de final de ano na Praia de Copacabana será diferente, mas mesmo assim a ocupação dos hotéis do Rio de Janeiro para o próximo réveillon já chega a 45%, de acordo com pesquisa prévia do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (Hotéis Rio). A rede hoteleira assumiu o compromisso de seguir os protocolos de segurança e saúde contra a disseminação do novo coronavírus. A expectativa também é positiva para o Leste Fluminense.

De acordo com o sindicato, os turistas nacionais e estrangeiros estão dando preferência às hospedagens em bairros da Zona Sul, como Ipanema, Leblon, Copacabana e Leme. Nessa região, a ocupação de quartos chega a 50%. A região da Barra da Tijuca/São Conrado está com 47% das vagas preenchidas. Centro, com 43%; e Flamengo/Botafogo, com 34%, respectivamente.

Notícias Relacionadas