Sem ajuda financeira CCR Barcas pode suspender atividades

A dificuldade financeira ocasionada pela pandemia pode suspender as atividades das Barcas. A paralisação só não ocorrerá caso o Governo Federal ajude financeiramente a concessionária.

O secretário estadual de Transportes do RJ, Delmo Pinho, disse que o risco da suspensão das atividades é muito grande.

“Se a ajuda financeira não chegar vamos ter uma queda muito rápida nos serviços. Inicialmente teremos a redução dos horários, chegando a operações que podem ser canceladas”, contou.

Ainda segundo o secretário, a ajuda financeira depende da aprovação de um projeto de lei que será votado na próxima terça-feira (11) em Brasília. A secretaria estadual de Transportes afirma essa é a maior crise da mobilidade urbana do mundo nos últimos 50 anos.

Nota CCR Barcas – Devido à pandemia, atualmente a CCR Barcas trabalha com uma queda de 84% na demanda de passageiros do serviço de transporte aquaviário (de uma média diária de 80 mil para 13 mil passageiros), por isso a empresa se encontra em uma grave situação financeira.

Embora tenham sido realizadas algumas otimizações operacionais, os custos não foram reduzidos de forma proporcional à redução de demanda, o que faz com que a diferença entre receitas e custos da Concessionária chegue a R$ 10 milhões por mês, podendo chegar a mais de 100 milhões no ano de 2020.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.