SG decreta fim da flexibilização e fechamento de comércios até 27/11

A Prefeitura de São Gonçalo decretou nesta quinta-feira (19) o fechamento de comércios não essenciais até o dia 27 de novembro em todo o município. O artigo 24 do decreto 342/2020 foi assinado pelo prefeito José Luiz Nanci. O texto prevê o fechamento total de todos os estabelecimentos, sendo vedado, ainda, a qualquer indivíduo o trânsito e permanência imotivado em vias, equipamentos, locais e praças públicas.

Poderão funcionar na cidade (e com 2/3 da capacidade total) farmácias e drogarias; hipermercados, supermercados, mercados e centros de abastecimento de alimentos; padarias; pet shops; óticas; postos de combustível e chaveiros.

A medida não se aplica aos serviços de saúde como: clínicas médicas, odontológicas, oftalmológicas, de vacinação e de fisioterapia, laboratórios de exames clínicos e de imagem.

Os estabelecimentos comerciais autorizados, além dos bancos, lotéricas e repartições públicas, deverão fixar horários para atender os clientes com idade igual ou superior a sessenta anos e aqueles de grupos de risco, conferindo atendimento preferencial.

Barbearias e salões de beleza poderão funcionar com 2/3 (dois terços) de sua capacidade, desde que respeitando as orientações do distanciamento mínimo obrigatório e atendendo exclusivamente com hora marcada.

De acordo com a Prefeitura de São Gonçalo, diante da recomendação da Vigilância Sanitária, estão proibidos o funcionamento das atividades dos setores de turismo, cultura, lazer, educação, igrejas, academias e congêneres, enquanto as demais devem funcionar com 2/3 de sua capacidade.

Tais medidas vislumbram uma redução no aumento da chamada taxa de positividade e consequente esgotamento dos leitos municipais.

 

Notícias Relacionadas