Soro anticovd-19 produzido pelo Vital Brazil será testado em humanos

O soro Anticovid-19, com até 100 vezes mais potência de anticorpos neutralizantes do vírus gerador do coronavírus, produzido pelo Instituto Vital Brazil (IVB), aguarda liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar testes em humanos.

De acordo com o IVB, neste momento a fase é de conversa com a Anvisa, o que representa a entrega de documentos e respostas às questões/dúvidas enviadas ao instituto. Após esse procedimento os testes em humanos serão iniciados. O IVB aguarda a liberação para que sejam realizados testes.

O soro já passou por testes in vitro, ou seja, em laboratório, onde foi observado que ele consegue se ligar ao vírus e combatê-lo.

Vale lembrar que o trabalho foi iniciado em maio. Científicas verificaram que soros produzidos por cavalos para o tratamento da covid-19 têm, em alguns casos, até 100 vezes mais potência.

Quando começou, o projeto visava a obter gamaglobulina purificada, material biológico mais elaborado do que soros antiofídicos e antitetânicos. Esse soro é chamado hiperimune ou gamaglobulina hiperimune porque os pesquisadores inocularam o antígeno, durante três semanas, nos plasmas de cinco cavalos do Instituto Vital Brazil (IVB), laboratório oficial do governo fluminense.

Os animais foram inoculados com a proteína S recombinante do novo coronavírus, produzida no Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe/UFRJ) e, após 70 dias, os plasmas dos equinos apresentaram anticorpos neutralizantes 20 a 100 vezes mais potentes contra o novo coronavírus do que os plasmas de pessoas que tiveram covid-19 e estão em convalescência.

Notícias Relacionadas