STJD nega pedido do Maricá FC e Série B2 do Carioca não será paralisada

Foto: Gabriel Farias / FutRio

Foto: Gabriel Farias / FutRio

Após ser condenado com a perda de seis pontos pela escalação irregular do atacante Felipe Zuca, o Maricá FC impetrou recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pedindo novo julgamento e uma liminar paralisando o torneio até que seja julgado o recurso. Em decisão proferida nesta terça-feira (09), o presidente da Corte maior do esporte brasileiro negou o pedido do time maricaense.

LEIA MAIS: Maricá FC perde seis pontos na terceirona do Carioca em novo julgamento

No pedido da liminar, a defesa do Maricá FC argumenta que, caso sejam realizados os jogos decisivos e depois a condenação seja revertida pelo STJD, poderá se “instaurar grande confusão no ambiente futebolístico Fluminense”. Entretanto, na decisão, o presidente da Corte Paulo César Salomão Filho argumenta que realmente houve a escalação irregular do atacante e que o campeonato não pode seguir parado.

“O Campeonato não pode seguir parado enquanto de desenvolve uma disputa jurídica fora dos campos. Isso sim parece de todo inadequado e prejudicial ao desporto”, afirmou Paulo César.

Com a decisão, o campeonato seguirá nesta quarta-feira (10/10), quando acontecerão as semifinais do segundo turno, que já estão definidos. Irão a campo Nova Cidade x Campos e Pérolas Negras x Queimados.

Notícias Relacionadas