Tartaruga verde é solta no mar de Ponta Negra

Foto: Marcos Fabrício

Foto: Marcos Fabrício

Uma tartaruga verde (Chelonia mydas) com 33 centímetros de comprimento e cerca de 4,8 kg foi solta na manhã desta quarta-feira (29/11) no mar da praia de Ponta Negra após passar por um período de recuperação de nove meses. O animal havia sido encontrado bem debilitado na praia de Jaconé e encaminhado à CTA – Serviços, que é responsável pelo monitoramento das praias. A ação foi realizada com o apoio da Secretaria de Cidade Sustentável.

Uma primeira tentativa foi realizada na praia de Guaratiba e foi acompanhada por 160 alunos do pré I ao 2º ano – com idades entre 4 e 6 anos – das E.M. de Guaratiba e Trenzinho da Esperança, no entanto, o quelônio acabou voltando, pois no trecho escolhido, o mar estava muito agitado. “O local teve que ser modificado apenas porque ela ficou muito tempo em reabilitação num tanque e precisava de um lugar mais tranquilo para entrar com facilidade no mar. Por isso, quando a colocamos na areia de Ponta Negra, ela logo seguiu seu rumo, diferente do local anterior, próximo da escola”, disse a bióloga e responsável pela parte de educação ambiental, Mariana Buratto.

A tartaruga foi mantida no tanque do CTA Araruama para sua total reabilitação por aproximadamente nove meses. “Ela estava debilitada na praia de Jaconé quando foi encontrada por moradores. Bastante caquética, nem conseguia afundar, que é um sinal de ingestão de lixo. Então começou a se alimentar e defecar grande quantidade desse lixo, que é um problema muito comum enfrentado pelos animais marinhos. Os resíduos sólidos estão indo todos para o mar acabando com a nossa fauna”, explicou Buratto. Após esse período e a realização de exames, o animal ficou apto a voltar a seu habitat natural. “Ela está dentro dos padrões de peso e qualidade”, assegurou.

Notícias Relacionadas