TJD determina prosseguimento da Série B2 após julgamento que absolveu o Maricá FC

Foto: Check Fotógrafo

 Foto: Check Fotógrafo

Uma decisão do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD/RJ) publicada nesta segunda-feira (01/10) determinou que o campeonato carioca Série B2 tenha suas partidas retomadas. Na decisão, o relator José Jayme Santoro determinou o seguimento apesar da tramitação das questões judiciais que podem alterar o posicionamento das equipes na classificação. 

A decisão final sobre os recursos do Maricá FC ainda não tem data para acontecer. Agora, está a cargo da Federação de Futebol do Estado do Rio (FFERJ) determinar as datas das semifinais do segundo turno. 

O time do Maricá FC foi absolvido pela Procuradoria no primeiro julgamento. A equipe é acusada de escalar irregularmente o atacante Felipe Zuca que atuou em 15 partidas. No entanto, o Pérolas Negras, clube diretamente interessado no processo, recorreu ao Pleno do Tribunal alegando que o vínculo de Felipe Zuca teria contrato apenas para disputar partidas pelo sub-20 do Maricá. Ainda não há data para o novo julgamento.  

Por conta da situação envolvendo Zuca, o Maricá pode perder até 69 pontos e, neste caso, seria rebaixado à quarta divisão, reabrindo a disputa pelo acesso, já que a equipe tem a segunda melhor campanha da Terceirona e, em princípio, está na semifinal geral da competição, tendo até a vantagem do empate para o confronto do acesso, contra o Campos.

As semifinais do returno da B2 serão Nova Cidade x Campos e Pérolas Negras x Maricá. A tendência é que as partidas sejam marcadas para sábado (06/10), uma vez que o domingo são poderá ser data de partidas por conta das eleições presidenciais.

Notícias Relacionadas