TSE cassa mandato de Marquinho Mendes, prefeito de Cabo Frio

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou na noite desta terça-feira (24), por unanimidade, o mandato do prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes (MDB). O resultado saiu por volta das 21h após a defesa dos advogados. O atual mandatário da maior cidade da Região dos Lagos é acusado pelo Ministério Público Eleitoral por ato doloso de improbidade administrativa. Ainda segundo o processo no TSE, Marquinho estava com os direitos suspensos na época das eleições de 2016. Motivo que não poderia ter sido candidato a prefeito.

O Ministério Público apontou irregularidades como abertura de créditos adicionais e despesas com pessoal excedendo orçamentos em 2012. Além disso, o prefeito é acusado de fazer distribuição gratuita de materiais de construção e de contratar um alta quantidade de funcionários.

A defesa de Marquinho Mendes afirmou que o julgamento se baseia numa “denúncia vazia feita por opositores eleitorais, sem qualquer comprovação”.

Nas redes sociais, Marquinho Mendes divulgou o seguinte comunicado por volta das 22h:

“Amigas e amigos. Seguimos em frente, pois temos muito a fazer por nossa cidade e porque quem está na companhia de Deus nada tem a temer.

É através da política que são escolhidos os melhores projetos e realizações. Nossas realizações são muitas e nossos projetos estão reconstruindo a cidade. Cabo Frio era uma antes do nosso governo, já é outra agora e será ainda melhor com a continuidade destas ações.

É hora de fazer a política que nós sabemos. A política do cidadão, que valoriza as pessoas e que fortalece a cidade. Obrigado a todos que estiveram conosco neste momento. Estamos juntos por Cabo Frio e vamos em frente rumo às vitórias que nossa cidade precisa”.

Notícias Relacionadas