Turismo é apontado como grande gerador de emprego pelo Ministério do Turismo

O Ministério do Turismo (Mtur) lançou na última terça-feira (27), o Plano Nacional do Turismo 2018-2022. O documento traz como metas a criação de cerca de dois milhões de novos empregos, além do aumento do número de turistas nacionais e internacionais e da ampliação da receita gerada pelo setor.

Segundo o site do Mtur, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, explica que o Plano Nacional do Turismo 2018-2022 foi construído de forma coletiva. “Temos em mãos um instrumento que direciona políticas efetivas, orienta os gestores sobre as prioridades do setor e traz metas factíveis para o Brasil se tornar uma potência mundial no mercado de viagens”, falou o ministro. Já Guilherme Braga de Abreu, presidente do Macaé Convention & Visitors Bureau, associação empresarial e turística da cidade, vê nesta uma excelente notícia, que vem de encontro com a atual realidade de Macaé. “Estamos trabalhando para fomentar o turismo, tanto na Serra quanto no Litoral. Vamos atuar para que este projeto do Mtur, que é de âmbito nacional, seja um braço para nosso município e região”. E completou: “Macaé tem potencial turístico, que ficaram um pouco de lado no momento áureo do petróleo, mas há um pouco mais de um ano, já vem sendo retomada a atividade turística na cidade. Com esse planejamento do Mtur e o governo municipal trabalhando em conjunto, podemos movimentar a economia através do turismo”.

De acordo com o site, a PNT 2018-2022 traz um panorama do mercado de turismo hoje no Brasil e no mundo, identifica os gargalos e elenca as iniciativas e estratégias prioritárias. Como novidade, o documento aborda temas como: incentivo a soluções de segurança pública que envolvam o setor turístico e integrem os planejamentos estaduais e municipais, como uma das estratégias fundamentais para a qualidade da experiência no país; a instituição de uma rede nacional de observatórios de turismo; o fortalecimento do trabalho compartilhado em redes de conhecimento; o estímulo ao desenvolvimento de destinos turísticos inteligentes, com foco na inovação e tecnologias interativas e criativas e a elaboração de um Plano Integrado de posicionamento da imagem do Brasil.

Notícias Relacionadas