spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #69

spot_img
spot_imgspot_img

União de Maricá faz ensaio no Centro e empolga o público

spot_imgspot_img

Mais lidas

A escola de Samba União de Maricá fez o primeiro ensaio técnico do ano para o Carnaval nesta sexta-feira, 05, na Passarela Adélia Breve, montada na Rua Abreu Rangel, no Centro. A apresentação da agremiação empolgou o público presente, que aplaudiu a vermelho, branca e amarela. Campeã da Série Prata em 2023, a agremiação da cidade desfila pela primeira vez na Marquês de Sapucaí em 2024 – será a sexta escola a se apresentar na sexta-feira, 09 de fevereiro.

Os intérpretes Matheus Gaúcho e Nino do Milênio, acompanhados da bateria Maricadência, dos casais de mestre sala e porta-bandeira, das passistas e demais componentes das alas, entoaram na passarela do Centro o amor pela cidade com o refrão “Maricá é meu país, meu país é Maricá”.

O prefeito Fabiano Horta destacou que Maricá está construindo a afirmação da cultura popular do samba como um valor transformador da cultura. Fabiano também lembrou do saudoso Mauro Alemão, que faleceu em julho de 2021, e ajudou a construir o sonho de ter uma escola de samba de Maricá desfilando na passarela do Carnaval mais famoso do mundo.

“A escola no sambódromo representa a expressão da força de uma cidade que constrói justiça social, crítica social e que tem no samba a afirmação da cultura popular. A União de Maricá na Sapucaí será apoteótico, levando a mensagem da força de uma cidade. Quero também lembrar do nosso querido Mauro Alemão que construiu esse sonho conosco e que de algum lugar vai ver a escola fazer história. Maricá chega para ficar na Sapucaí e para dizermos ao Rio de Janeiro, ao Brasil e ao mundo que ‘Maricá é meu país, meu país é Maricá’. Vamos com tudo”, declarou o prefeito.

Público se empolgou com o ensaio da União de Maricá

O samba-enredo “O Esperançar do Poeta”, do carnavalesco André Rodrigues, foi composto por Rafael Gigante, Vinicius Ferreira, Junior Fionda, Camarão Neto, Victor do Chapéu, Jefferson Oliveira, Marquinho Abaeté e André do Posto 7. A obra é uma grande homenagem ao ato de compor samba, tendo Guaracy Sant’Anna como o fio condutor. Guará, como ficou popularmente conhecido, é o autor de sambas marcantes, como “Sorriso Aberto”, eternizado na voz de Jovelina Pérola Negra, “Singelo Menestrel”, “Catatau”, dentre outros.

O presidente Tadeu Marinho, conhecido como Tadeuzinho, informou que a escola vai levar 1.400 componentes, quatro carros alegóricos e dois tripés para a Marquês de Sapucaí no dia 09/02. Ele ressaltou que é importante esse apoio do público para fazer mais um desfile empolgante, que pode levar a agremiação para o Grupo Especial em 2025.

“Esse é um ensaio histórico aqui na nossa avenida central com todas as alas reunidas. Vamos mostrar que Maricá também tem samba no pé”, afirmou Tadeuzinho.

O próximo ensaio técnico será no próximo dia 12, às 19h, na passarela do samba Adélia Breve, no Centro.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img