“Vakinha” arrecada recursos para família de Léo Neves, falecido em Saquarema

Leo Neves durante a disputa do Maricá Surf Pro Am 2019. | Foto: @surfetv / @carlosmatiasrj


Uma “vakinha online” está aberta para a captação de recursos para ajudar a família do surfista Léo Neves, que faleceu durante a final da Triplice Coroa de Saquarema (TCS), que acontecia na praia de Itaúna no dia 24/11. Segundo os amigos do atleta, que chegou a disputar o Circuito Mundial de Surf da WSL, a mulher e os filhos de Léo dependiam financeiramente dele.

Léo Neves (à direita) com os filhos Valentin, Léo, Duna e a esposa Tatiana. (Foto: Divulgação)

Quem quiser ajudar, pode contribuir com qualquer valor clicando aqui. “Montamos esse crowdfunding com a intenção de proteger seus filhos que não ficarão desamparados com sua repentina passagem”, diz o texto da “vakinha”.

Até o fechamento dessa reportagem, o crowdfunding já havia arrecadado pouco mais de R$ 29,5 mil. Quem contribuiu também deixou mensagens de apoio aos familiares. “Muito amor e energia positiva pra família. O Léo era um cara especial que inspirava muitas pessoas. Tenham sempre muito orgulho dele!”, postou um doador anônimo.

“Que a graça de Deus e Seu Poder possam confortar e encher o coração de toda a família. Deus está com vocês, mais do que nunca, e sempre estará”, desejou outro que também não quis se identificar.

Leonardo Neves surfava profissionalmente desde 1998, e foi bicampeão do SuperSurf (campeonato nacional brasileiro) em 2002 e 2003.

Em 2006 teve seu melhor ano na carreira internacional, conquistando o 14º lugar no WorldMen’s Qualifying Series (WQS), o que lhe garantiu uma vaga para a elite do surfe, o WCT, na temporada de 2007.

Léo e a filha caçula, Juana. (Foto: Divulgação)

Notícias Relacionadas