Vereadores pedem fiscalização nos Vermelhinhos contra atos de vandalismo

Foto: Divulgação CMM
Foto: Divulgação CMM

Foi discutida durante sessão ordinária da Câmara de Maricá, nesta segunda-feira (13/8), a depredação dos coletivos gratuitos que circulam por parte da cidade. Os Vermelhinhos, como são conhecidos, vem sendo alvos constantes de vandalismo que quebram e sujam os transportes públicos de Maricá. Os vereadores pediram uma ação mais efetiva da prefeitura para inibir a atitude dos vândalos.

O vice-presidente da Câmara, Frank Costa (Solidariedade), pediu apoio da população para denunciar ações como essas. “Os ônibus estão sendo quebrados. Peço que denunciem isso à Ouvidoria da Prefeitura e da Câmara. Esse é um bem que fará falta lá na frente”, disse.

Chiquinho (PP) pediu a instalação de câmeras nos coletivos

O vereador Chiquinho (PP) pediu a instalação de câmeras nos coletivos. “Peço que coloquem segurança maior porque é essa vagabundagem que vem de Itaboraí destruir nossos ônibus”, finalizou.

Ismael Breve (DEM) sugeriu que a prefeitura diminua a quantidade de ônibus, nos fins de semana, em áreas onde há pouca utilização dos Vermelhinhos. Filippe Poubel (PSL) pediu a presença de guardas municipais no interior dos coletivos e a instalação dos botões de pânico, proposta pelo vereador Ricardinho Netuno em um projeto de lei.

“Vamos propor que coloquem guardas municipais nos Vermelhinhos para inibir essa ação. Não podemos gastar dinheiro consertando ônibus que é quebrado por esses marginais que vêm de fora. Eles depreciam o patrimônio do município e dão gastos para a gente”.

Dr. Richard (PT) concordou com o colega vereador. “Essa depredação vem acontecendo continuadamente. Pode ser que façamos um planejamento para quando o ônibus passar por alguma viatura, que parem ali e prendam esse indivíduo”.

O vereador Robgol (PT) pediu também que os motoristas tenham mais cuidado com os coletivos.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.