Witzel descarta volta às aulas presenciais em setembro

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, descartou o retorno das aulas presenciais na rede pública, no mês de setembro. Witzel disse que protocolos estão sendo criados, mas que 80% dos pais de alunos são contrários a retomada presencial. A informação foi dada durante entrevista coletiva na inauguração oficial do Colégio Estadual Professor Darcy Ribeiro, no bairro Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, Maricá.

Segundo o governador, houve uma reunião com a Secretaria Especial do Covid para avaliar o ciclo da pandemia e criar protocolos para um possível retorno das aulas presenciais.

“Estamos debruçados nesta questão. Precisamos criar protocolos para testagem de nossas crianças. Imaginávamos um retorno em setembro, mas isso não será possível. Hoje, 80% dos pais são contras a volta e as crianças também estão com medo, por conta do contato e do confinamento nas salas de aulas. Estamos buscando uma solução para isso, mas ainda está distante essa realidade”, disse Witzel.

GLP 30 horas

De acordo com o governador, enquanto não há previsão da realização de concurso público, a utilização de GLP está sendo usada como forma de compor o quadro docente das unidades escolares.

Segundo a secretaria de Educação, a maioria dos professores ativos no Estado (73 mil) estão no regime de trabalho de 16 horas. Há 15 mil educadores cumprindo GLP.

A proposta da GLP 30 horas prevê transformação em profissionais de 30 horas para que tenham dedicação exclusiva as escolas onde estão alocados e, assim, possam cumprir um terço da carga horária para planejamento de aula.

Veja a entrevista do Governador CLICANDO AQUI

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.