Zeidan assume vice-presidência da Comissão de Turismo da Alerj

A deputada estadual, Rosângela Zeidan (PT) assumiu a vice-presidência da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Ao lado do deputado Silas Bento (PSDB), a parlamentar deverá representar os interesses da Região dos Lagos.

A dupla tomou posse na terça-feira (12/9) e apresentou um projeto que cria regras para orientar os municípios que têm potencial para receber a classificação de “Cidade de Interesse Turístico”. Maricá já possui o título aprovado pela própria deputada na Alerj em 2016. A ideia é incrementar o fortalecimento do turismo principalmente fora da capital.

Zeidan também apresentou o projeto Turismo Nota Dez que vai premiar as boas práticas e destaques do turismo no Estado. A intenção é trabalhar pela aprovação ainda este ano das duas propostas. “Há uma crise no Estado, a economia precisa do turismo. O papel da Comissão de Turismo deve ser o de fortalecimento do setor, principalmente fora da capital. A cidade do Rio já conta com bastante infraestrutura e divulgação, mas o pior tem sido a crise econômica e a ressaca pós-Copa e Olimpíadas nos destinos turísticos fora da capital”, disse a deputada.

A parlamentar ainda apresentou números que representaram uma queda no turismo. “O balanço da Confederação Nacional do Comércio revelou que a violência contribuiu para uma queda de R$ 320 milhões nas receitas do turismo fluminense. Isso corresponde a 42% do total da perda do faturamento do setor, que ficou em R$ 768,5 milhões, entre janeiro e abril deste ano, em comparação com o mesmo período de 2016″, explicou a deputada.

Para cada aumento de 10% na criminalidade no Estado, o turismo perde 4 a 5 dias. Entre as atividades que mais perderam com a violência estão os bares e restaurantes (R$ 167,2 milhões), transportes, agências de viagens e locadoras de veículos (R$ 105,5 milhões). Os hotéis, pousadas e similares perderam R$ 47,8 milhões e as atividades culturais e de lazer, R$ 7,2 milhões.

É justamente nestes campos que a Alerj pode ajudar, através da Comissão, a enfrentar a crise. Para o deputado Silas Bento, a Comissão pode fazer a ponte com os governos federal e estadual.

“Os deputados têm apresentado projetos importantes também. Creio que a nossa Comissão deva se unir em torno das propostas e dos encontros que vão ajudar o Rio a sair da crise”, afirma.

Notícias Relacionadas