Após ônibus apedrejado, EPT tomará medida para coibir vandalismo

Foto: Divulgação / EPT Foto: Divulgação / EPT

Após um ônibus ser apedrejado na noite deste domingo (13) em Ponta Negra, a Empresa Pública de Transportes (EPT) deverá ter mais fiscais nas ruas durante o final de semana. A informação foi passada pelo presidente da autarquia, Celso Haddad, ao ErreJota Notícias.

Segundo Haddad, uma nova campanha de conscientização será feita para evitar o vandalismo que é praticado contra os ônibus, que fazem o transporte de passageiros no município sem cobrar qualquer tarifa. O coletivo atingido também ficará fora de circulação por alguns dias até que o reparo seja concluído.

De acordo com informações, o caso aconteceu próximo ao Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Ponta Negra. O ônibus seguia para o Centro de Maricá quando jovens acertaram o uma pedra no vidro da janela da parte de trás do coletivo e correram.

Duas meninas ficaram levemente feridas por estilhaços de vidro da janela e foram socorridas no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro. O caso foi registrado na 82° DP – Maricá.

Este foi o segundo caso de vandalismo em um ônibus da linha Ponta Negra em menos de 10 dias. No dia 05/10, dois homens vandalizaram um “vermelhinho” durante uma briga.

Em nota, a EPT expressou “completo repúdio aos atos de vandalismo e violência registrados ao patrimônio público, colocando em risco a qualidade dos serviços prestados, tal como a segurança dos passageiros”.

A nota pede ainda que os passageiros cuidem, zelem e denunciem todos os comportamentos antiquados ou violentos nos ônibus através da Ouvidoria da EPT através dos telefones 2638-1825 / 99861-8813.

Notícias Relacionadas