Aumenta número de casos suspeitos de Coronavírus em Maricá

A Secretaria de Estado de Saúde divulgou, no fim da tarde desta terça (03), que aumentou o número de casos suspeitos de Coronavírus em Maricá. De acordo com a nova atualização do Governo do Estado, agora dois pacientes estão em posição de suspeição de ter a doença na cidade.

Na manhã desta terça (03), a Prefeitura de Maricá emitiu nota afirmando que o caso suspeito que existia na cidade não havia sido confirmado. Entretanto, a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Saúde não confirmou a informação; ou seja, não descartou a possibilidade do paciente estar com a doença (clique aqui e leia mais). Mas, a Prefeitura reitera a informação sobre o resultado negativo.

Em todo o estado, 62 casos suspeitos de infecção pelo Novo Coronavírus (Covid-19) estão sendo monitorados. A cidade que contabiliza o maior número de casos é o Rio de Janeiro (22), seguido de Niterói (8), Petrópolis (4), Barra Mansa, Duque de Caxias, Macaé, Maricá, Resende, São Gonçalo e Volta Redonda (2 cada), Belford Roxo, Campos dos Goytacazes, Nova Iguaçu e Teresópolis (1 cada). Há ainda cinco casos de pacientes que residem no exterior e em outros estados brasileiros, além de outros cinco suspeitos com local de residência em investigação.

Caso o paciente esteja com os sintomas do Coronavírus e tenha viajado para países com circulação ativa do vírus, o primeiro passo é procurar uma unidade de saúde para buscar assistência. No local, o profissional da unidade vai colocar em prática o protocolo de atendimento para casos a serem investigados – como uso de equipamento de segurança e isolamento do paciente -, além de notificar a Vigilância Municipal a respeito do caso.

Além disso, o profissional de saúde realizará coleta do material para análise, que será entregue pela Vigilância Municipal ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ). No Lacen, o material é dividido em duas partes. Uma parte da amostra é analisada na própria unidade, investigando vírus respiratórios comuns, e a outra é enviada à Fiocruz, que realiza a testagem para o coronavírus. A SES esclarece ainda que o acompanhamento do paciente e pessoas que entraram em contato com ela é realizado pela Vigilância Municipal de cada cidade.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.