Bomba no carnaval: Jorge Castanheira renuncia à presidência da Liesa

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Após plenária que decidiu pela manutenção da rebaixada Imperatriz Leopoldinense no Grupo Especial do Carnaval Carioca, Jorge Castanheira anunciou que está renunciando ao cargo de presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), a entidade que organiza os desfiles das principais agremiações do estado.

“Eu declarei, em plenário, que estou me afastando da Liga, porque não concordo com essa decisão de maneira alguma, nem particularmente, nem como diretor, então, a direção da Liga está se desfazendo nesse momento”, anunciou Castanheira em entrevista coletiva após a reunião plenária desta segunda.

“Vou tomar as medidas para dar sequência a essa transição, porque eu fiz um termo de ajustamento de conduta com o Ministério Público, para manter nossa palavra e nossa honra e eu não posso voltar atrás. Lamentavelmente, eu estou fora”, concluiu o agora ex-presidente da Liesa.

A saída de Jorge Castanheira da Liesa foi motivada pela manobra realizada, pela terceira vez consecutiva, por dirigentes das agremiações. Dessa vez, a maioria dos representantes das escolas do Especial optou por cancelar o rebaixamento da Imperatriz Leopoldinense, 13ª e penúltima colocada dos desfiles de 2019.

A priori, assume o vice-presidente Zacarias Siqueira de Oliveira, mas não há a informação concreta de quem sai junto com Castanheira.

Notícias Relacionadas