Cine Henfil recebe fórum sobre Diabetes Mellitus e alerta para riscos da doença

Foto: Clarildo Menezes / Divulgação PMM

Foto: Clarildo Menezes / Divulgação PMM

Nesta quarta-feira (14/11) foi comemorado o Dia Mundial do Diabetes e Maricá recebeu o 1º Fórum Educacional de Diabetes Mellitus, no Cinema Público Municipal Henfil, no Centro. Mais de 100 pessoas entre profissionais da saúde e pacientes da rede estiveram presentes e receberam atentamente as informações dos palestrantes. O fórum ainda contou com a auriculoterapia gratuita para os participantes (técnica de usar pontos na pele do ouvido externo para diagnosticar e tratar dores).

A nutricionista Ludmila Scherrer, do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD); o farmacêutico Fabiano Mataruna, que atua na Área Técnica de Alimentação e Nutrição (Atan), da Atenção Básica; a enfermeira Lígia Monsores, educadora em diabetes; e a assistente social Ana Maria de Souza, presidente da Associação de Diabéticos e coordenadora do Hiperdia de Tanguá, palestraram para o público presente.

A secretária de Saúde, Simone Costa, falou na mesa de abertura sobre a importância de promover encontros para este tema específico e que faz parte da realidade de muitos. “É uma alegria participar de um fórum que aborda um assunto tão importante e relevante. O diagnóstico e tratamento adequados dão a oportunidade do diabético ter uma boa qualidade de vida, por isso o apoio dos profissionais da rede são essenciais em todas as etapas do controle da doença”, disse.

A nutricionista Ludmila Scherrer, do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD), falou sobre a importância se seguir corretamente a dieta indicada pelo nutricionista e que isso é fundamental para que o paciente tenha mais qualidade de vida. É necessário que siga corretamente as orientações para uma dieta eficiente que ajuda a controlar a diabetes. “Em novembro de 2017 participei em Tanguá de um fórum sobre este tema e trouxe a ideia para Maricá. Conseguimos realizar um fórum com boa participação e esperamos conseguir realizar outros eventos desse tipo. A diabetes tipo 2 pode ser prevenida e todos terem informação é essencial para que isso ocorra”, concluiu a organizadora do Fórum, Elaine de Souza.

Notícias Relacionadas