Construção de campos garantem futebol de primeira em Maricá

Futebol Maricá Foto: Evelen Gouvea

Itaipuaçu, São José do Imbassaí e Cordeirinho serão os bairros beneficiados com a construção dos primeiros campos públicos de grama sintética de Maricá. Ao todo, quatro campos serão entregues à população pela Prefeitura, com o objetivo de fomentar a prática de exercício nesses locais.

De acordo com Romildo Candido da Silva, responsável pela Coordenadoria de Interlocução Institucional e Aprovação de Projetos, a construção dos campos era uma demanda antiga.

“Existem vários campos de várzea no município, mas ainda não existia nenhum campo de grama sintética com iluminação adequada, alambrado e uma área de convivência fora do campo com aparelho de musculação e mesas de dama, proporcionando um local específico para ambientação e segurança para os frequentadores”, explicou Romildo.

Dois campos públicos de grama sintética estão localizados no bairro de Itaipuaçu, um no loteamento de São Bento da Lagoa (Rua 17, esquina com a Rua 3) e outro no Jardim Atlântico (Rua 36, esquina com Rua 44); um em São José do Imbassaí (Estrada Real, esquina com Rua Canindé) e um campo no bairro de Cordeirinho (Rua 107, ao lado da construção do estádio em construção). O campo localizado no loteamento de São Bento da Lagoa já está pronto e será inaugurado nas próximas semanas.

Os campos, ainda de acordo com Romildo, seguem os padrões do fut 5 (cinco jogadores de cada lado), com área de jogo de 34 metros de comprimento por 16 metros de largura, 1 metro e meio nos fundos e três metros nas laterais. Os alambrados têm 6 metros de comprimento e as balizas têm cinco metros de comprimento por dois de altura. O projeto decorre de recurso federal, oriundo de uma emenda parlamentar de autoria do então deputado federal Fabiano Horta.

“É importante frisar que a Secretaria de Esportes já está adotando as providências para colocar a tela de fechamento na parte superior dos campos, para evitar que as bolas saiam”, completou.

Para o secretário de Esportes do município, Carlos Vagner Frauches, o projeto vai proporcionar um espaço revolucionário para os moradores. “É um local da comunidade, para reunir os amigos após o trabalho, para brincar e se divertir em grupo. A proposta, além de unir os moradores, é incentivar o esporte. Temos a intenção de utilizar esses campos para a prática de projetos socioesportivos da Secretaria de Esportes, através do programa Maricá + Esporte 2, que oferece modalidades, como circuito funcional e aulas de dança.”, comentou. É importante destacar que o projeto Maricá + Esporte 2 só voltará a funcionar com a flexibilização.

O fotógrafo Douglas Santos, 33, que mora ao lado do campo do loteamento de São Bento da Lagoa e viu a obra desde o início, contou que está ansioso para a inauguração do campo. “Uma construção como essa é algo muito positivo para nós, e valoriza o bairro também, a ansiedade de ver pronto é grande. O campo cria um senso de comunidade. Fui jovem e sei como é, ao invés dos adolescentes ficarem desocupados, eles podem ter aqui um certo tipo de educação – claro, tomando as devidas precauções por causa da Covid-19”, disse.

Notícias Relacionadas