spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #69

spot_img
spot_imgspot_img

Corpo da menina espancada até a morte pelo pai será sepultado nesta quarta (13)

spot_imgspot_img

Mais lidas

O corpo da pequena Aoulath Alyssah Rodrigues Damala, de apenas oito anos, será sepultado nesta quarta-feira (13), às 14h, no Cemitério Maruí, no Barreto, em Niterói. O velório começa mais cedo, às 12h.

A menina foi espancada até a morte, na noite de segunda-feira (11/12) no Boa Vista (Niterói), e o acusado é o pai Ilias Olachegoun Adeniyi Adjafo, de 30 anos. Clique aqui e leia mais sobre o caso.

Ilias já está preso e foi transferido para o sistema prisional, onde ficará à disposição da justiça. A perícia no corpo da pequena Aoulath Alyssah apontou que a menina apresentava inúmeras lesões provocadas por ação contundente, nas costas, no tórax, nos braços e na face.

O delegado do caso, Willians Batista, da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG), disse que a menina tinha lesões em todo corpo e, possivelmente, a morte foi causada por uma lesão na coluna cervical.

“As marcas no corpo da criança ainda mostram lesões antigas. Estamos investigando todo o caso que foi registrado como homicídio qualificado”, afirmou o policial. Vale lembrar que um cinto foi utilizado durante o espancamento.

LEIA MAIS: Delegado classifica morte da menina como tortura

*colaborou Raquel Morais

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img