Integração das forças de segurança reduzem os indicadores de criminalidade em Niterói

Dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), mostram uma redução da criminalidade em Niterói. Um dos fatores que levaram a esta redução é a cooperação entre as forças locais: Polícia Militar, Polícia Civil e Niterói Presente.

O Comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, Coronel Sylvio Ricardo Ciuffo Guerra, explica como funciona essa parceria entre as instituições.

‘O trabalho feito aqui em Niterói é em conjunto, diante de uma integração que eu modifiquei desde que assumiu o comando. Toda sexta-feira nós temos reuniões com o Niterói Presente para fazermos todo o planejamento de policiamento na região. Além dos delegados da região serem integrados conosco, inclusive realizando operações em conjunto’, afirma o coronel.

De acordo com o estudo do ISP, os crimes de roubo de rua tiveram uma redução de 42%, de 233 para 136 casos, no comparativo de fevereiro de 2020 com fevereiro de 2021. A redução foi detectada nas cinco delegacias da cidade: 76ª DP (Centro), 77ª (Icaraí), 78ª (Fonseca), 79ª (Jurujuba) e 81ª (Itaipu). A queda mais acentuada ocorreu na Zona Sul, atendida pela 77ª, que registrou oito ocorrências: seis vezes menos do que as 47 de fevereiro de 2020.

Para o Vice-Presidente da Comissão de Segurança da Câmara de Vereadores de Niterói, vereador Renato Cariello (PDT), um dos idealizadores do Programa Niterói Presente e articulador do reforço através do Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis), a redução dos indicadores mostra que a cidade está no caminho certo.

“Vivemos momentos difíceis no passado recente. Trabalhamos muito para que nossa cidade fosse um local seguro, um local onde os moradores pudessem se deslocar com tranquilidade. Tivemos a chegada do Proeis quando o município vivia uma onda de violência e posterior a isso, trabalhei para implantação do Niterói Presente. Hoje estamos colhendo o resultado desta integração com redução de indicadores de violência. Estamos no caminho certo! Vamos seguir trabalhando para ampliar o Niterói Presente a todos os bairros de Niterói”, disse o Cariello.

O capitão Wellington Cândido Moreira Junior, coordenador do Niterói Presente, também enfatiza essa parceria com o Batalhão de Polícia da região.

‘Nas reuniões semanais, nós fazemos o alinhamento sobre a posição do policiamento, analisando as manchas criminais. Um complementa o outro. Além disso, nos meses de dezembro e janeiro deste ano não tivemos nenhum roubo de celular em Niterói’, conclui o capitão.

A Polícia Civil também ganha participação na redução da criminalidade em Niterói. O delegado Titular da 76ª DP (Centro), Luiz Henrique Marques Pereira, ressalta a parceria constante das forças policiais no local.

‘Com o trabalho em conjunto podemos perceber a redução dos índices de violência da região, sobretudo os roubos de rua. O Niterói Presente está sempre nas delegacias, com isso gerando um resultado positivo para a cidade’, finaliza o delegado.

 

Notícias Relacionadas