Itaboraí: vereadores aprovam criação da Moeda Social Pedra Bonita

Em sessão extraordinária realizada nesta quarta-feira (14/04), a Câmara de Vereadores de Itaboraí aprovou por unanimidade a criação da Moeda Social Pedra Bonita. A votação aconteceu em regime de urgência especial. O texto cria ainda o Banco Comunitário Popular de Itaboraí, responsável pela operacionalização e implementação da moeda social, além do Conselho Municipal de Economia Solidária de Itaboraí, que é um órgão consultivo e deliberativo diretamente vinculado à Secretaria Municipal de Governo.

A proposta foi encaminhada através de projeto de lei nº 0533/2021 de autoria da Prefeitura Municipal de Itaboraí.

O vereador Elber Corrêa, presidente da Câmara, ressaltou o momento.

“É um marco histórico para a população de Itaboraí. Estamos, de fato, beneficiando as pessoas que moram na nossa cidade neste momento tanto difícil. O momento é crucial, onde as pessoas estão com dificuldades para levar o pão para seu lar. Esse projeto dará um pouco mais de dignidade às pessoas da nossa cidade”, disse agradecendo ao prefeito Marcelo Delaroli pela iniciativa.

Já o vereador Ramon Vieira lembrou os 100 dias de governo.

“O prefeito Marcelo Delaroli deixa mais esse marco. Sempre estimulando as pessoas a participar da coisa pública. A Moeda Social Pedra Bonita vem na direção de reduzir as desigualdades sociais e fortalecer a economia do nosso município, não somente os grandes comerciantes, mas também os pequenos que estão afastados nos distritos de Itambi, Pacheco e tantos outros e, ainda, gerar emprego”, assegurou.

A escolha do nome da moeda social é uma homenagem à cidade, já que Itaboraí é uma palavra de origem tupi que admite a etimologia: “rio da pedra bonita”, através da junção dos termos itá (pedra), porã (bonita) e ‘y (rio).

Leia mais:

Delaroli anuncia criação da Moeda Social Pedra Bonita em Itaboraí

Notícias Relacionadas