Julgamento da partilha dos royalties do petróleo é adiado para abril de 2020

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, esteve reunido na noite de terça-feira no Supremo Tribunal Federal (STF) com o objetivo de solicitar o adiamento do julgamento sobre a lei que estabelece as novas regras de distribuição dos royalties do petróleo. A informação é do colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”.

A conversa foi positiva e o presidente do STF, Dias Toffoli, adiou em 120 dias a pauta.

O governador Wilson Witzel tentará costurar um novo acordo com a União.

Leia mais aqui:

Maricá pode perder 69% da receita com redistribuição dos Royalties

Notícias Relacionadas